Osteopraxis no facebook

Osteopraxis - Saúde e Bem-Estar em boas mãos

Horário
2ª a 6ª:  8h - 20h
sábado:  9h - 14h
Telefone
(+351) 214 587 033
Telemóvel
(+351) 965 060 375

Fisioterapia em Disfunções do Pavimento Pélvico
O que é o Pavimento Pélvico?

O Pavimento Pélvico é um conjunto complexo de estruturas, composto por músculos, ligamentos, fáscias e uma rede neural, que se localizam na base da pélvis e que têm uma importante função no suporte da bexiga, útero e intestinos, na continência urinária e fecal, no ato de micção e de defecação, e na performance sexual. Este sistema para manter a funcionalidade desses orgãos necessita de trabalhar de forma integrada, e quando tal não acontece surge a disfunção que pode afetar um ou todos os compartimentos do pavimento pélvico, comprometendo a qualidade de vida das pessoas.

Quais são os Sintomas de Disfunção do Pavimento Pélvico?

Os sintomas podem ser:

_ sintomas urinários como dificuldade em urinar, urgência (necessidade inadiável de urinar) e/ou aumento da frequência urinária (após excluída infeção urinária) e incontinência urinária (perda involuntária de urina);

_ sintomas anorectais como dificuldade a defecar, urgência e/ou incontinência fecal (perda involuntária de fezes sólidas e/ou líquidas) ou a gases;

_ prolapsos (descair) da bexiga, útero, intestino e/ou reto;

_ dores pélvicas que se podem localizar em regiões específicas do pavimento pélvico, como a dor vulvar, anal, a dor no cóccix ou em todo o pavimento pélvico;

_ sintomas sexuais, como a dor no ato sexual, a ejaculação precoce e a disfunção eréctil, entre outras;

Quais as Causas?

As causas das disfunções do pavimento pélvico são multifactoriais como a idade; a gravidez e o parto; a obesidade; a obstipação crónica; a dor lombar crónica; as alterações posturais; as infeções urinárias recorrentes; os maus hábitos (ex: não beber água, ter vontade de urinar ou de defecar e estar constantemente a adiar o ir à casa de banho); os desportos de impacto (ex: corrida); as patologias oncológicas, neurológicas, pulmonares (ex: asma, bronquite crónica), vasculares e endócrinas; as cirurgias abdominais, pélvicas e perineais (pavimento pélvico); os traumatismos diretos na região do pavimento pélvico; a quimioterapia e a radioterapia; entre outras.

O que é a Fisioterapia em Disfunções do Pavimento Pélvico?

A Fisioterapia é uma abordagem conservadora no tratamento e prevenção de disfunções do pavimento pélvico. Com base numa intervenção individual e especializada procura reeducar a funcionalidade do pavimento pélvico e restabelecer o equilíbrio dinâmico abdomino-lombo-pélvico. Segundo as recomendações internacionais, a reeducação do pavimento pélvico deve ser a primeira linha de abordagem na prevenção e no tratamento destas disfunções e tem um elevado resultado no alívio e resolução das queixas, melhorando a qualidade de vida dos pacientes.